Habilitação · Minha adoção · Processo

Sobre a Visita Domiciliar

visita dom

Oláaaa!

A Assistente Social acabou de sair daqui de casa e vim correndo aqui contar como foi.

É tudo verdade quando dizem que é tranquilo. Foi muito tranquilo!

Eu fiquei muito nervosa na véspera, porque (1) nós não somos as pessoas mais organizadas do mundo e (2) não é legal se sentir julgada, avaliada. O resultado disso somado à TPM me fez entrar em desespero. Como se não fosse suficiente passei mal a madrugada toda e a manhã também (provavelmente por conta do nervosismo). Além disso, eu tenho dois gatinhos, fofos e mansinhos, mas tem gente que não gosta de gato e fiquei com receio dela implicar. Tem gente que diz que gato transmite doenças, etc. Mas não é bem assim, meus gatos só ficam dentro de casa, são vacinados, se alimentam direitinho (tirando um inseto aqui e ali.. rsrs).

Mas meu conselho para vocês é o mesmo conselho que me deram: Fiquem tranquilos!

Bem, a visita, como já mencionei, foi agendada durante a entrevista, com hora marcada e tudo certinho (graças à Deus). A assistente social chegou na hora marcada, a mesma profissional da entrevista e ela é super legal. Entrou, sentou no sofá, se interessou pelos gatinhos (eeeeeeee \o/) e aí eu entreguei a ficha com o perfil escolhido pra ela. Ela conversou mais um pouquinho com a gente, algumas dúvidas que ela ficou durante a entrevista, esclareceu nossas dúvidas, explicou novamente como o processo funciona e depois perguntou se a gente tinha um quarto separado para a criança e daí ela pediu para ver.

O quarto a gente usa meio como um escritório e também onde fica o armário. Ela disse que o ideal é mesmo não ter um “quarto pronto” pra criança, porque isso aumenta a expectativa (eu também penso dessa maneira, então foi tranquilo).

Outra coisa que ela observou – que eu já havia escutado pelos grupos virtuais da vida -foram as redes de proteção. Nosso apartamento tem, por conta dos gatos, mas também já íamos colocar por causa do processo. Ela reforçou bem a importância da rede, então fica a dica para quem mora em prédio!

Ela disse que um tio dela mora aqui perto … rsrsrs … então ela já sabia que aqui tem tudo perto (escola, creche, mercado, condução, padaria, comércio em geral). Então acho que é outra pergunta que se faz, mas no caso ela já sabia a resposta.

Ah! Ela também nos entregou uma lista enorme de livros e filmes infantis e adultos sobre adoção (alguns até já tenho) e nos incentivou a tê-los e também a frequentar os grupos de apoio para ajudar na espera.

E foi isso, ela nem olhou nenhum outro cômodo, e foi embora!

Nossa participação no processo está concluída. Agora é esperar sermos chamados para receber o certificado de habilitação.

Quero agradecer às meninas lá do grupo do face que me ajudaram na minha ansiedade. rsrs Beijo meninas!

Beijos a todxs. Até a próxima!

 

Anúncios