Gestação do coração · Nossa história · Sem categoria · Wesley

Carta para Wesley II – Me espera

Filhx,

já faz tempo que não te escrevo. É que você ficou mais distante. Na verdade, fui eu que me distanciei de você.

Às vezes a vida faz questão de nos mostrar que não temos controle de nada e que ninguém é feliz o tempo todo. Mas a vida também me mostrou que sou muito mais forte do que pensava e o meu desejo de ter você também é. Não, na verdade, eu me TORNEI muito mais forte e meu desejo de te encontrar também se fortaleceu. Porque hoje sou outra mulher. Talvez eu precisasse passar por tudo isso para me tornar uma mãe melhor para você. E se foi por isso, vai ter valido a pena.

Pensar que você vai estar me esperando quando isso passar é o que mais me motiva. Eu quero viver para te conhecer… e te ver crescer, se Deus permitir. Penso que isso só vai deixar nossa história mais bonita, nosso encontro mais valioso e minha vida, com mais sentido.

Mais do que nunca acredito em destino, em Deus.  Acredito que estamos destinados um ao outro. Então preciso que você aguente firme aí e vou aguentando aqui.

Eu não sei quanto tempo mais falta para a gente se encontrar, mas eu vou estar aqui te esperando. Por favor, filhx, me espera.

Cada dia mais perto.

Carta para Wesley – Enquanto você não vem

Oração para você

Anúncios
Gestação do coração · Minha adoção · Nossa história · Sem categoria

E se for amanhã?

Todo dia de manhã repito para mim mesma: cada dia mais perto. E vida que segue, normal, repetitiva, entediante, tranquila. À noite, antes de dormir, me vem ao pensamento: E se for amanhã? E se amanhã eu me tornar ,enfim, mãe? Sabem aquele pensamento que vem sem permissão? Ele simplesmente vem, por frações de segundo, e depois vai embora? Então, é esse tipo.

Mas dá tempo de pensar no que está pronto e no que não está. Penso sobre o quarto, sabre a casa bagunçada, sobre pendências no trabalho, sobre minhas questões particulares não-resolvidas-sem-solução; se vou dar conta, se vou enlouquecer, se vou ser feliz, se vou fazer meu filho feliz; se é suficiente, o dinheiro, o tempo, o amor , não o amor! o amor é!

E se o telefone tocar amanhã? E eu conhecer o amor da minha vida? E se for o fim dessa espera? E se você simplesmente chegar!? Esse dia está pra acontecer a qualquer momento… Eu sei! Eu sei que é pouco provável, ainda sei disso! Ainda estou tranquila, dando tempo ao tempo. Mas sabe aquela fagulhazinha de esperança?  Não é algo que eu possa controlar, ela simplesmente está aqui comigo, o tempo inteiro!

E se for amanhã?

Cada dia mais perto!

Gestação do coração · Minha adoção · Sem categoria

Confissões de uma grávida do coração – episódio 5

Olá, pessoal!

Hoje vim contar mais uma peculiaridade da minha gestação do coração. Eu nunca acreditei em muita coisa “sobrenatural”, sempre me considerei uma pessoa cética. Mas durante essa jornada da adoção, algo mudou, passei a acreditar em praticamente qualquer coisa. rs. Na verdade, eu passei a procurar sinais em tudo. Sinais de que meu bebê está chegando, sabe?

Situação 1.  Minha sogra disse no começo desse ano que alguém (que ela não podia dizer quem) disse que ela seria vovó ainda esse ano. Minha cunhada quer engravidar, então quando passou de abril, pensei que só sobrava eu, né? Por conta dos 9 meses que ela precisa e eu já tenho muito mais meses de gestação a esse altura. Se fosse em outro tempo, ia achar bobeira, mas não, eu me agarrei a isso de um jeito. rsrs. E cá entre nós ainda tenho esperança de que alguém que eu nem sei quem é tenha tido uma premonição a respeito da minha maternidade. rs.

Situação 2. Sonhos. Eu sonho com frequência com meu filho ou filha, como já contei aqui. E a cada sonho fico achando que é um sinal de que a hora está chegando ou que estou conseguindo “ver” meu filho(a) em sonho. Até estou fazendo um “diário de sonhos” que é para saber posteriormente se eu acertei em alguma versão do bebê, que foram muitas até então.

Situação 3. Sonho dos outros. Quer me fazer feliz, me conta que você sonhou comigo e meu filhx. Meu marido já andou sonhando, né? Na versão dele, eramos pais de uma menina que se chamava Maria. ❤ Neste caso, fiquei duplamente feliz, porque além dele também ter tido uma “premonição” em potencial, ele também anda pensando bastante nisso, né? Além disso, uma prima distante, com quem tive pouco contato na vida, veio me contar, via facebook, que sonhou comigo dando à luz. E pra mim já valeu como sinal de que o meu jeito de dar à luz se aproxima.

Situação 4. Leio horóscopos – coisa que nunca acreditei na vida – para ver se rola algum sinal de que vou me tornar mãe em breve. Tendo coisas como “grandes mudanças estão por vir” já me bastam para criar esperança. Inclusive pensei seriamente em fazer um mapa astral pra ver se aparece alguma coisa por lá, mas me disseram que não é bem assim que funciona e é muito caro também. rs.

Situação 5. Agora a coisa vai ficar bem esquisita, hein? De vez em quando eu gosto de fazer aqueles testes “de facebook”  para saber com quantos anos vou ter filhos, por exemplo. E quando sai uma idade muito distante da minha, eu fico MUITO chateada. rs.

Essa é minha lista de esquisitices. Eu não vou dizer que eu acredito piamente em nada disso, mas sabe quela fagulhazinha de esperança? Vai que … , né? rs

Até mais!

Cada dia mais perto.