Gestação do coração · Sem categoria

Sobre Amamentação na Adoção

Vamos falar sobre amamentação adotiva?

amamentacaoadocao
Lactação Induzida. Imagem Maravilinda da  Sete Cores Atelier

Primeiramente, sim! É possível! \o/ Através da lactação induzida, isso é possível para nós!

Com o uso desse aparelhinho aí, o bebê suga o leite pela sonda ao mesmo tempo em que estimula por sucção a produção do leite.

mamatutti---relactacao-e-suplementacao-alimentar
Esse é um exemplo de produto utilizado para a relactação. OBS: Não, não estou fazendo propaganda!

Todos conhecemos as vantagens da amamentação, além das nutritivas, tem também as vantagens de contribuir com a formação do vínculo mãe-filhx. O que não significa que isso não seja possível com a mamadeira. Mas não vou me aprofundar nessa questão.

O sucesso da amamentação adotiva depende de vários fatores. Um deles é a idade do bebê: quanto mais novo, maiores as chances de dar certo.

Também temos a desvantagem do tempo. O tempo definitivamente não é o melhor amigo dos pais e mães adotivos. Ele é longo na espera, mas fica curto depois que a criança chega. O corpo da mulher durante a gestação biológica se prepara para a amamentação, na gestação do coração não tem nada disso, né? Daí só começamos a preparar nossos corpinhos depois que o bebê já está conosco e aí é uma corrida contra o tempo.

Se vocês quiserem saber mais sobre a amamentação adotiva, recomendo esta matéria, acho simples e completa. Não vou me aprofundar aqui, porque eu não sou especialista e, portanto, corro grande risco de falar besteira. rsrs

O que eu quero neste post é somente dizer que eu fiquei feliz quando soube que isso é uma possibilidade. Lá atrás quando optei pela adoção, abri mão automaticamente da gestação e, achei,  da amamentação também. Tudo tranquilo pra mim que acho que ser mãe não tem a ver com essa parte biológica. Mas quando descobri ser possível, fiquei animada para tentar. Mas sem frustrações se não acontecer pra mim.

Provavelmente estou muito influenciada pela idealização da amamentação e tal. Mas, sim, acho muito bonito mesmo. Acho que essa ilustração aí de cima diz tudo, mais que mil palavras.

Até a próxima, pessoal!

“Cada dia mais perto!”

Anúncios