Gestação do coração · Habilitação · Minha adoção · Processo · Sem categoria

Sobre minha visita à Vara

Olá!!

Essa semana fomos a vara da infância para atualizar nossos telefones.  Como já disse, minha intenção era aproveitar para tirar algumas dúvidas. Bem, na verdade, não era bem dúvida, mas para saber nossa colocação aproximada na fila.

Ao contrário do dia das entrevistas, o setor de serviço social e psicologia estava bem cheio. Conseguimos falar com um homem, que parecia estar fazendo algum tipo de triagem, o motivo da nossa visita. Ele deu um papel pra gente preencher. Achei que não ia conseguir nada além disso. Estava bem tumultuado o local. Mas na hora de entregar o papel, meu marido perguntou se a nossa Assistente Social estava e o homem foi chamá-la. 😀

Ela sempre muito simpática, reconheceu a gente e pudemos conversar rapidinho.  Falamos o porquê de irmos até lá e então, ela pegou nossa ficha antiga e confirmou os dados. Depois perguntamos sobre as tais 13 adoções do ano passado. rs. Ela explicou que isso acontece porque a maioria dos juízes apenas suspende o poder familiar, dificilmente destituem antes de colocar a criança em uma família, e o sistema do CNA não aceita o cadastro quando o poder familiar está suspenso, apenas quando há destituição.

Também perguntamos sobre a renovação da habilitação e ela disse que o ideal é dar entrada em torno de dois meses antes de expirar a validade. No nosso caso, fevereiro ou março do ano de 2018. E então, ela disse que já estão valendo os 3 anos de validade da habilitação, ou seja, quem se habilita hoje fica habilitado por 3 anos (eu só não sei se isso só vale para essa vara ou para todas).  Além disso, eles estão montando um projeto para que a cada ano os habilitados sejam chamados à vara para uma reunião em que serão passados dados e estatísticas para acalmar os corações. rs.

Por último fizemos A pergunta que não quer calar, qual nossa colocação aproximada na fila, mas a resposta foi a de sempre. Elas sempre dizem que não tem como, que o sistema não ajuda e que simular é inviável porque são muitas as variáveis. Repetiu que para crianças pequenas, a probabilidade é que passe de dois anos. Ou seja, nenhuma informação nova.

Enfim, a conversa foi rápida, mas fomos bem recebidos mais uma vez. Tirando a parte chata de nunca sabermos a colocação aproximada, não tenho o que reclamar da equipe. Dia 12 de abril completamos 1 ano da sentença, ou seja, um ano de fila, e foi bom ter esse contato. Na verdade é um sentimento um tanto quanto ambíguo, talvez controverso, de me sentir bem por me fazer presente, mas ao mesmo tempo bateu uma angústia, de leve. Devo passar pelo menos o próximo natal e o próximo aniversário e as próximas duas páscoas e o próximo carnaval e sabe lá Deus quantos mais, sem o bebê por aqui. Embora eu já soubesse disso, é meio chato ouvir a confirmação. Acho que estou decepcionada e frustrada por continuar à deriva. Pela primeira vez, quis chorar. Mas eu sei, né? Tudo vai acontecer no tempo certo.

Abraços. Até mais.

“Cada dia mais perto.”

 

Anúncios

4 comentários em “Sobre minha visita à Vara

  1. Essa sensação de não poder fazer nada é enlouquecedora! Eu já fiquei muito irritada por causa disso, tinha dias mais calmos e dias que ficavam impossíveis de passar sem fazer nada pelos meus filhos. Nada me acalmava, não adiantava​ dizer pra mim que tudo vai ficar bem, que tudo tem sua hora. Tem momentos que você já sabe que está pronta pra receber seu filhote, mas fazer o que, não é mesmo? Eu fiz uma lista com 25 coisas que gostaria de fazer antes deles chegarem, me ajudou um pouco a ficar na lista, nas atividades, e eu dizia: quando eu acabar a lista eles vão estar chegando. E aí a vida que conheço hoje não vai mais existir. Aproveitei pra viajar só com a minha mãe, jogar jogos bem violentos e assistir novamente todos os filmes de terror que eu gostei. Ajuda a passar o tempo, pelo menos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. É uma ótima dica, Julia!
      Acho que vou fazer o mesmo.
      E sim, sei que as pessoas estão bem intencionadas quando dizem que tudo tem seu tempo e tal, mas isso não é suficiente.
      Mas fazer o quê, né?
      Bjos,

      Curtir

  2. Oi, estava de ferias… estou me atualizando. 🙂
    1 ano… que tudo! ta vendo o tempo passa né… torcendo muito pro seu filho/a chegar!!!
    Eu completei 1 ano que dei entrada no processo… falta pouco para finalmente ter minha habilitação em mãos! #ansiosa!!

    Sobre a colocação aqui me disseram que vão falar… porém número genérico, ou seja tipo tem 130 pretendentes… vc é 120… mas sabemos que não segue a lista de forma linear né. Mas já ajuda né saber mais ou menos rsrs

    espero que esteja bem linda!! bjoss e boa semana!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu tô achando que a minha Vara é a única que não libera informações. Aff. Eu me contentaria com um número genérico.
      Já faz um ano que começou a habilitação: Poxa, que demora. 😦 Mas força aí que tá acabando mais uma etapa!
      Bjos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s