Habilitação · Minha adoção · Nossa história · Processo

Sobre a entrevista

Olá! Mais uma etapa concluída e cada dia mais perto do Grande Dia! Oba!

Essa entrevista foi muito boa. Como falei no post anterior, a entrevista foi conjunta – psicóloga e assistente social ao mesmo tempo. Primeiro, nós dois fomos entrevistados juntos, depois só eu, depois só ele. Acho que ficamos lá umas duas horas, pelo menos, mas nem pareceu tanto tempo. As profissionais são ótimas, fiquei muito feliz em saber que meu processo está em boas mãos.

Gente, a entrevista foi bem descontraída, clima de bate-papo. E como adoção é meu assunto preferido e meu marido é tagarela, a conversa fluiu bem.

O que elas perguntaram?

  • Infância;
  • Formação familiar (quantos irmãos, se temos os dois pais, etc…)
  • Se há casos de adoção na família;
  • Por quê decidimos adotar;
  • Nosso relacionamento (há quanto tempo estamos juntos, como nos conhecemos, etc);
  • Se nossa família sabe e o que eles acham da nossa decisão;

Elas também explicam como funciona o processo, comentam nossa escolha do perfil e tiram nossas dúvidas.

Eu fiquei super à vontade, falei toda a verdade e elas, muito atenciosas, em momento algum nos julgaram – ao contrário do psiquiatra maluco. Eu estava um pouco preocupada por conta da escolha do perfil, pela nossa preferência por bebês. Mas elas foram tranquilas em relação a isso. Chegaram a falar sobre nossas idades, mas não focaram nisso (à propósito, eu não acho que somos muito novos para sermos pais. Paulo tem 31 e eu faço 28 esse mês, mas sempre causa certo estranhamento). Também tocaram no assunto fertilidade, mas, mais uma vez, não foi o foco da conversa.

Então, elas ficaram satisfeitas com a entrevista, esclareceram que há casos em que mais de uma entrevista se faz necessária para esclarecer possíveis pontos que precisam ser mais trabalhados, mas não acharam necessário no nosso caso. Eba! Ficou de lição de casa preencher a ficha com nossos dados e com o perfil da criança e trouxeram uma novidade (pra mim é, pelo menos) em relação às doenças aceitas, mas vou deixar para um próximo post, porque esse tá longo demais. Enfim, agendamos a visita domiciliar para o próximo dia 19! Hora de arrumar a casa!!!

Abraços e até breve!

Anúncios

6 comentários em “Sobre a entrevista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s